Meio Ambiente

Atualmente é preciso que reavaliemos nosso comportamento e modos de consumo. A cada dia precisamos ser mais conscientes com o que consumimos e, assim, buscar contribuir para um mundo mais equilibrado – com menos desperdício e desgaste do meio ambiente.

A contribuição está em diversas ações e atitudes, como uma carona solidária, o uso de uma embalagem reciclável, o reuso de uma garrafa para virar um castiçal e o uso das ciclovias. Devemos ainda preferir produtos socialmente justos, economicamente viáveis e ecologicamente corretos, como os que levam a certificação ambiental FSC (Forest Stewardship Council, ou Conselho de Manejo Florestal) – que destaca mundialmente a utilização responsável e eficaz dos recursos florestais.

As pessoas estão cada vez mais pensando, e agindo, de forma consciente na hora de comprar. O selo FSC facilita a identificação de embalagens, por exemplo, que contêm papel certificado em sua composição – ambientalmente sustentáveis.

À primeira vista, pode parecer que praticar o consumo consciente é algo difícil de fazer no cotidiano, ou inacessível, ou caro. Mas bastam algumas mudanças de hábitos para se iniciar um processo de engajamento nessa prática. Consertar um item quebrado antes de comprar um novo é uma atitude antes de tudo econômica, mas que também poupa recursos naturais – hoje a sucata eletrônica é um dos maiores problemas globais. Celulares antigos, computadores e televisores que chegaram ao fim da vida útil não podem ser descartados no lixo comum, pois contém metais pesados que contaminam o meio ambiente. Avalie a real necessidade de comprar um aparelho novo e, ao descartar o antigo, informe-se sobre empresas que fazem a reciclagem do lixo eletrônico – esse serviço já está disponível em muitas cidades.

Escolher um produto com base no histórico socioambiental de uma empresa é outra forma de exercer o consumo consciente. A internet, as redes sociais e os órgãos de defesa do consumidor estão aí para ajudar a buscar informações. Hoje, mais do que nunca, comprar o produto de uma empresa é validar, com sua escolha, o sistema de produção dessa companhia e compartilhar do seu código de conduta. Por isso é tão importante buscar informações para fazer as escolhas corretas.
up12Alguns exemplos de atitudes em prol do consumo consciente:

- Ao usar o chuveiro elétrico: se cada brasileiro reduzisse o banho diário de 12 minutos para 6 minutos, a energia economizada seria suficiente para manter uma lâmpada acesa por sete horas. Outra opção para economizar é fechar a torneira ao se ensaboar.

- Ao instalar ar condicionado, evite posicioná-lo em um local com incidência direta do sol. Dessa forma, a economia de energia pode chegar a 5%. Desligue o aparelho quando não houver ninguém no local.

- Evite as lâmpadas incandescentes; embora mais baratas, elas têm vida útil curta. As lâmpadas fluorescentes duram até 10 vezes mais, e as led são até 25 vezes mais duráveis e consomem pouca eletricidade.

- Ao utilizar a geladeira, evite sobrecarregar o aparelho com alimentos demais: é necessário que o ar frio tenha espaço para circular; nos dias frios, ajuste o termostato para temperaturas maiores.

- Escolha os eletrodomésticos mais eficientes. Compare usando as informações do selo Procel, do Inmetro, presente nos aparelhos. Os que possuem classificação A são os mais econômicos.

- Na hora de lavar as roupas, deixe acumular a roupa suja para usar a máquina de lavar menos vezes, atitude que economiza, ao mesmo tempo, água e energia elétrica. A água descartada pela máquina pode ser reutilizada para lavar o quintal.

- Uma torneira pingando é capaz de desperdiçar 46 litros de água por dia; em um mês, isso equivale a 1.380 litros. Faça a manutenção correta ou troque as torneiras antigas por modelos com sensores de água.

- O mesmo vale para as válvulas de descarga reguladas. Uma válvula desregulada pode gastar até 3 vezes mais água. Se possível, invista em válvulas inteligentes, com duplo fluxo, que liberam maior ou menor quantidade de água conforme a necessidade.

- Ao regar as plantas, utilize um regador em vez de mangueira. E deixe a tarefa para o período da manhã ou final do dia, quando a temperatura está mais amena e a evaporação é menor.

- Limpe os pratos antes de lavar a louça e feche a torneira enquanto ensaboa, abrindo-a apenas na hora de enxaguar.

- Acompanhe seu consumo mensal nas contas de água e fique atento às oscilações de consumo, que podem indicar alguma irregularidade.

- Jamais utilize a mangueira de água para “varrer” as calçadas e o quintal. Essa atitude desperdiça nada menos do que 280 litros de água em apenas 15 minutos. Em um ano, o desperdício pode chegar a 14 mil litros de água.





Atendimento Online